2.1.06

Ainda vale a pena orar

Ele me escutou e ouviu o meu pedido de socorro
Salmo 40. 1

Um culto muito abençoado me tocou a alma ontem à noite. Entre tantos momentos especiais, a presença viva de uma irmã muito querida foi emocionante. Em meados de novembro eu estive em um hospital a fim de visitar sua família. As notícias que tínhamos eram as piores possíveis. Fui ao hospital com a pior das expectativas. Ontem, Eliane testemunhava, com a própria vida, o milagre realizado pela poderosa mão de Deus.
Agradeci a Eliane ao fim do culto porque era disso mesmo que eu precisava: ver e tocar um milagre de Deus. Porque o Deus maravilhoso é um Deus de milagres, ainda que nem sempre nos lembremos ou vivenciemos essa realidade. Às vezes nos afogamos em nossas dores. Às vezes nos deixamos levar pelos nossos pecados. Às vezes apenas nos desanimamos sem motivos aparentes. E nessas horas, nossos olhos deixam de ver o Deus de milagres e Sua ação fantástica.
Deus responde orações, foi o ensino que recebi ontem. Apesar de nós e não por nossa causa. Ele me escutou e ouviu o meu pedido de socorro. Por causa de Seu amor infinito e não porque sejamos de algum modo merecedores. Fiquei a pensar, então, em tantas respostas de oração, mais ou menos rápidas ou complexas, que experimentei na vida – ou testemunhei – apesar de mim mesmo.
Ontem mesmo, teve um desses momentos. Na celebração da Ceia, o irmão que serviu a Ceia para mim, lamentavelmente, estava extremamente carrancudo. Eu pensei na hora em como alguém pode ficar tão carrancudo na celebração de uma festa tão maravilhosa como é a Ceia do Senhor. E, em conseqüência, pedi a Deus que me desse um motivo para ainda ficar na minha igreja. Quando voltava para casa, de carona com um casal amigo, ambos confessaram o amor que têm por mim. Afirmaram que me vêem como um modelo na igreja. E, daquele modo, fui respondido. Deus me deu uma resposta à minha prece, apesar de mim: apesar de quem sou, sou um modelo de imitação de Cristo para alguém naquele lugar. Não posso decepcioná-los.
Outro momento de resposta fantástica de oração comigo aconteceu ano passado. Tinha passado na seleção do mestrado, mas não sabia como ia ser, sem salário, sem trabalho, sem bolsa. Numa noite de quarta-feira, tranquei a porta de meu quarto e orei, pedindo a Deus que interviesse nessa questão. Eu disse a Ele que Ele sabia melhor que eu o quanto eu precisaria de uma bolsa para fazer o mestrado. Na manhã seguinte, uma quinta, ligaram para mim da secretaria do programa de mestrado perguntando se eu estava interessado numa bolsa. Eu havia sido o quinto colocado na seleção. Eram só duas bolsas disponíveis. Dois entre os quatro primeiros colocados tinham aberto mão do direito da bolsa. Não sobrava nada para mim. Quando tentei saber que história era essa, fiquei sabendo que essa era uma bolsa que o programa possuía mas não estava usando. A pró-reitoria responsável na universidade se comunicou com o programa questionando se havia o interesse de mantê-la, se não ela seria passada a outro programa. E daí eu recebi a bolsa. No último dia possível, já que na sexta-feira a universidade enviaria a lista dos bolsistas à CAPES. Glória a Deus que ouve a nossa oração.
Foi através da oração que Deus levantou Eliane do leito de morte. E muitos outros. É através da oração que Deus nos mantém respirando espiritualmente falando. É ela que nos restaura, nos vivifica, nos transforma. É por meio dela que vêm as maiores bênçãos que o Senhor tem para nós. Ore mais, ore sempre. Por isso, eu digo: peçam e vocês receberão; procurem e vocês acharão; batam, e a porta será aberta para vocês. Porque todos aqueles que pedem recebem; aqueles que procuram acham; e a porta será aberta para quem bate. Por acaso algum de vocês será capaz de dar uma cobra ao seu filho, quando ele pedir um peixe? Ou, se o filho pedir um ovo, vai lhe dar um escorpião? Vocês, mesmo sendo maus, sabem dar boas coisas aos seus filhos. Quanto mais o Pai, que está no céu dará o Espírito Santo aos que lhe pedirem! (Lc. 11. 9 – 12).

5 comentários:

Vilma disse...

Este texto edificou muito o meu espirito! Obrigada Daniel!

mikehunor13110327 disse...

Hey Meet Me Today I'm available in your area tonite GO HERE NOW!

Daleilinha disse...

obrigada por escrever sobre oração...Deus nos ouvi!

Vivendo no Altar disse...

Daniel, amado de Deus. Eu tenho testemunhado o quanto Deus nos ouve. Ele nos ouve sempre mas nem sempre compreendemos assim. Quando estamos afogados em nossas lutas e tribulações, estamos tão afadigados com o desespero de nossas almas que podemos experimentar uma "certa ausência do Todo-poderoso". Mas isso não é verdade. Ele sempre nos ouve mas nos responde no seu tempo (Kairós), do seu modo e segundo seus propósitos. Aleluia! Deus ouve nossas orações. O clamor a Deus muda o nosso coração em relação às circunstâncias e em relação ao próprio Deus.

Flávio Ataliba.

Marlene Maravilha disse...

Eu sei bem o que estás falando! Eu também estava morta e revivi. Jesus me curou. Me libertou de todo mal. Jo 11:4 foi a palavra que ganhei dEle para me fortalecer.
"Se te mostrares frouxo no dia da angústia, a tua força será pequena." Prov 24.10
Abraços meu irmão e que Deus continue te usando.