28.10.05

Novos tempos

O meu servo Moisés está morto. Agora você...
Josué 1. 2

Novos tempos trazem mudanças inescapáveis. A nossa vida somente poderá ser efetiva se formos capazes de compreender que o tempo muda e que, com ele, as perspectivas, noções e projetos devem mudar. Não dá para levar a vida hoje do mesmo modo como era levada há séculos atrás. Aliás, dez anos atrás o nosso mundo era completamente outro: é só imaginar que Internet e celular não faziam parte de nossa rotina cotidiana como atualmente. Novos tempos significam novos projetos, novos modelos.
Às vezes o tempo passa e as pessoas perdem o bonde da história. Não percebem as necessidades de mudança. Nos dias de debates sobre o Referendo de domingo último nos deparamos com algumas pessoas que ainda defendem a necessidade de luta armada para derrubar a burguesia. Uma parcela da Juventude do Partido Socialista Brasileiro, o PSTU e um único militante do PC do B. O caso do PC do B serve para exemplificar o que estou querendo dizer. O PC do B fez a Guerrilha do Araguaia no início dos anos 70. Ao mesmo tempo em que significava uma resistência armada ao regime militar, propugnava a implantação de um comunismo nos moldes soviéticos. Isso é inegável. Mas a guerrilha foi exterminada, o tempo passou, o comunismo soviético caiu e o PC do B refez seus paradigmas. Hoje é um partido que defende o socialismo democrático. Conheço muitos militantes do partido que foram capazes de entender que o tempo passou e o mundo mudou. Menos esse único militante que gerou constrangimentos ao defender a revolução armada. Tudo o que o partido não quer. Ele não percebeu a mudança do tempo, dos projetos e da vida.
O meu servo Moisés está morto. Agora você... O início do livro de Josué nos fala sobre isso. Ao se dirigir ao novo líder do Seu povo, Deus mostra que o tempo agora é outro: Moisés está morto. Não adianta ao povo buscar um modelo de vida e liderança como tinha sob Moisés. O escolhido para liderar é Josué. Josué é alguém diferente de Moisés, com outro estilo de vida. Nem ele pode querer imitar o antigo mestre, nem o povo pode querer esperar dele a mesma forma de liderar, o mesmo carisma, as mesmas coisas que via em Moisés. Deus pára tudo para que o povo e Josué possam perceber a passagem e a mudança do tempo. Moisés está morto. Agora o tempo é outro. Agora é com Josué.
Modelos e paradigmas se superam. Precisamos estar atentos sempre a isso. Deus sempre está trazendo à luz coisas novas. Ele não é Deus de coisas caducas, mas de novíssima ação. Pela Sua graça, Ele faz coisas novas apropriadas a cada novo tempo. É isso que Ele diz pelo profeta: Não fiquem lembrando do que aconteceu no passado, não continuem pensando nas coisas que fiz há muito tempo Pois agora vou fazer uma coisa nova, que logo vai acontecer, e, de repente, vocês a verão (Is. 43. 18 – 19). Nos dias de Isaías, era hora de parar de lembrar dos feitos passados do Senhor para livrar Seu povo do Egito e conduzí-lo à Canaã; agora é hora de olhar para frente e esperar o novo que o Senhor vai fazer, a libertação que Ele dará ao povo.
O que Deus diz ao povo sob a nova liderança de Josué é que eles devem esquecer o que aconteceu antes: Josué não é Moisés, Canaã não é o deserto, o tempo não é o mesmo. Não dá para querer que Josué repita Moisés, pois ele está morto. Agora é um novo tempo: tempo de guerra, tempo de conquista, tempo de se fixar na terra prometida.
Se esquecermos que Deus é Deus de novidade corremos o risco de cairmos no mesmo ridículo que vemos nos militantes que ainda são capazes de defender uma luta armada em um momento em que qualquer perspectiva de uma vida assim já passou. É preciso estarmos atentos aos novos tempos, às novas ações do Senhor. Precisamos perceber que o Deus de Jesus é o que faz, sempre, novas todas as coisas. Até mesmo os nossos modelos de vida, nossos planos e nossas formas de compreender o mundo em que estamos.
Pode ser que estejamos desperdiçando aquilo de maravilhoso que o Senhor quer nos dar apenas porque não estamos nos permitindo viver os novos tempos para os quais Ele nos conduziu. Queremos viver ainda ontem, esquecendo que o nosso Deus nos traz a novos lugares e à novidade de vida. O mundo muda e nós somos conduzidos sempre à novidade na vida com Jesus. Basta abrir o peito e a mente a isso, sendo sempre conduzidos pelo Vento do Espírito. É a pena outra vez, sendo levada pelo Sopro de Deus.

Um comentário:

Anônimo disse...

I have been searching for a good blog. I think yours is really nice and I am boing to bookmark it.

See my gourmet chocolate store store. It has lots of gourmet chocolate store related items.